Super recepção em Belo Horizonte

Partimos de Brasília para Belo Horizonte no dia 9 de janeiro. Enquanto isso o Ricardo já vinha trocando alguns tweets com a @gabidornelas e @lucasarruda para fazermos algo quando chegássemos. A viagem foi tranquila, sem pedágios e com estrada boa.

Ao chegarmos em BH fomos direto procurar um café, pois estávamos com muita fome. Recebemos dicas da @gabidornelas, mas após rodar muito e se perder muito também, paramos no primeiro lugar que vimos. Chama-se Doces de Portugal, um café om doces portugueses saborosos e duas atendentes senhorinhas que davam todo o charme do local.

Voltamos ao hotel nos arrumamos e fomos recepcionados pelo @lucasarruda, @michellywerneck, @gabidornelas e @daniloguedes que posteriormente nos levaram ao Butiquim Mineiro, um bar com decoração típica.

Recebendo dicas dos mineiros experimentamos:
Bambu amigo: torresmo, carne de sol, lingüiça e aipim frito.
Pastel de angu: pastel feito com massa de milho e recheado com carne.
Tudo uma delicia! Depois ainda conhecemos Belo Horizonte vista de cima, na Praça do Papa. Foi uma noite maravilhosa.

Nó (abreviação mineira para nossa), os mineiros são gente boa de mais sô!

Viagens de Casal no Butiquim Mineiro Belo Horzionte@daniloguedes, @gabidornelas, @mulherdenerd, @delcastanher, @lucasarruda e @michellywerneck

Bambu AmigoBambu amigo: torresmo, carne de sol, lingüiça e aipim frito

Confira também

Comentários

  1. Adorei o “Nó (abreviação mineira para nossa), os mineiros são gente boa de mais sô!” hehehe. Vanessa e Ricardo adoramos conhecer vocês…foi muito bom dividir com vcs um pouco de BH. Boa viagem para Porto! Aproveitem lá!!! E lembrem-se: Se não tem mar, vamos pro Bar uai sô…trem bão demais!!! Beijocas

  2. Esperávamos recepcionar vocês para mostrar BH e seus botecos, mas não imaginaria que a gente iria divertir tanto. E de tabela ainda conhecer a Gabi e o Danilo. Vocês são muito gente fina, desejo muita diversão e que aproveitem muito o resto da viagem!

    E, que bom que gostaram. Agora já sabem a falar o “mineirêis” e se voltarem já tem seus amigos mineiros!

    Abraços!